Opinião

Top Top: As novelas mais ‘toscas’ que fizeram sucesso na Televisão Brasileira

Sabe aquela novela que faz sucesso, mas você não entende por que? Porque ela é ruim, tem uma produção precária, não tem bons atores, o texto é risonho, ou algo do tipo? Então, é delas que iremos falar hoje: das novelas que apesar de muito ruins, fizeram um grande sucesso de audiência em suas exibições. Confira:

5º Lugar – “Império” (Globo)

“Império” foi a novela sucessora de “Em Família”, em 2014, e tinha como objetivo, reerguer os índices do horário, derrubados pelo folhetim de Manoel Carlos, e Aguinaldo Silva até conseguiu, rompendo a barreira até mesmo dos 40 pontos, mas não porque o folhetim era bom, longe disso, talvez por uma total falta de concorrência à altura. Sem dúvidas nenhuma, “Império” começou com uma cara de novelão, mas veio aquela imensa barriga do meio para o fim do folhetim, que tirou o tesão de quem realmente gosta de ver novelas. Apesar de todos esses percalços, sem citar as bizarrices do texto do autor e também da história, “Império” fechou com 33 pontos de média geral, sendo considerada sucesso.

4º Lugar – “A Gata” (SBT)

“A Gata” foi mais um dramalhão mexicano exibido nas tardes do SBT, e o folhetim tinha bem cara de novelão mesmo quando estreou, apesar de todas as limitações da emissora mexicana, onde suas atrizes parecem uma drag queen, de tão carregada que é a maquiagem ou as atuações sempre exageradas de elenco que costuma usar o ponto eletrônico para decorar o texto, enfim, a novela foi medonha e sem pé nem cabeça, fechou com 8 pontos de média geral, sendo considerada uma das mais vistas nesta faixa, porém, todavia, começou com atingindo médias de 11 pontos e saiu do ar oscilando entre 6/7, porque ninguém mais aguentava. 

4º Lugar – “Mar de Amor” (SBT)

“Mar de Amor” também foi outro folhetim exibido nas tardes do SBT, e não realmente eu não entendo como pode esta novela ter fechado com uma média geral de 8 pontos, diante de uma história ruim e fraca, atuações pra lá de exageradas e uma produção bastante errônea, sem contar a dublagem, que só piorou mais o que já parecia que não daria para ficar pior. Só para citar uma cena bem peculiar da trama, uma personagem havia sido sequestrada, e após vários dias presa, sua maquiagem continuava intacta e com seus cabelos penteados, e tem quem diga… Deixa pra lá.

2º Lugar – “Cuidado com o Anjo”

“Cuidado com o Anjo” outra pérola mexicana, que o SBT exibiu em suas tardes, o folhetim protagonizado por Maite Perroni, que teve filhos usando uma calça jeans, e sofreu um acidente mais fake que os efeitos especiais do último capitulo de “Totalmente Demais”, finalizou suas duas exibições com bons índices de audiência, vai entender né?

1º Trilogia “Os Mutantes” (RecordTV)

O autor Tiago Santiago até fez um bom trabalho com “Caminhos do Coração”, mas aí, a RecordTV ficou deslumbrada com o sucesso do folhetim, que decidiu dar continuidade para essa bizarrice, e aí, o caldo entornou de vez, o que já era brega, ficou dez vezes mais brega. Textos rasos, e histórias sem pé nem cabeça eram comum nesta novela, sem contar os efeitos especiais ou alguns cenários da trama, claramente amadores, na época, a Record ainda teve a audácia de dizer que os efeitos eram efeitos com tecnologia de última geração.

Comente abaixo:
Avalie este post

Artigos relacionados

3 pensamentos “Top Top: As novelas mais ‘toscas’ que fizeram sucesso na Televisão Brasileira”