BandCríticasNetflixOpiniãoRecordTVRede TVSBTSériesTV Paga

Papo Rápido: Band vive de altos e baixos

Altos e baixos

A Band é uma emissora que vive numa montanha russa. Enquanto programas como MasterChef atingem a liderança por diversos minutos, atrações como o “Dia Dia” são verdadeiros tapa-buracos. Sem necessidade de estar ali.

Fora da TV aberta

Maurício Mattar, ator, está de volta às telinhas… mas na TV paga. Ele participou da série de humor do canal Multishow, “TOCs de Dalila”.

Balanço positivo

O reality Dancing Brasil chegou ao fim nesta segunda, 26 de junho, com bons números e ótima repercussão na mídia e redes sociais. Além de grandes apresentações de dança, Xuxa viveu um novo momento na carreira. Se saiu bem no comando da atração. Sérgio Marone não se destacou, mas cumpriu o papel de entrevistador.

A audiência cresceu durante as semanas. Mesmo ficando na terceira posição isolada na média, a qualidade da atração trouxe grandes anunciantes e garantiu mais uma temporada, que começará no fim de julho.

Opinião: Silvio Santos compromete futuro do SBT

Se mantendo

Falando em reality, “A Casa” da Record TV e “À Primeira Vista” da Band estão mantendo os índices de audiência da estreia. Isso mostra que o público das atrações foi fidelizado.

Na onda do SBT

Apenas um mês após transferir um programa para os domingos e outro para as manhãs, a Rede TV! voltou atrás.

João Kleber e o “Você na TV”, que era apresentado no período da manhã, volta para a tarde, mas ganhando alguns minutos (18h as 19h20). Já o “Tá Sabendo?”, apresentado por Thiago Rocha nos domingos, volta para as manhãs, ganhando mais 30 minutos de duração diária (09h as 10h). O anúncio foi feito dentro do programa “A Tarde é Sua” desta sexta, 30.

A emissora, mesmo sem falar abertamente, admitiu o erro que cometeu.

*ATUALIZAÇÃO DESTA INFORMAÇÃO NO FINAL DO TEXTO

Cá entre nós

Bem é verdade que o programa “Você na TV” é uma mistura de nada com coisa nenhuma. Não tem necessidade de um programa desses na TV.

Mas em se tratando de Rede TV!…

Opinião: telespectador tem hábitos, mas emissoras ignoram

10 anos

A Record TV do Rio Grande do Sul está comemorando 10 anos de transmissões no estado.

Nesse período a emissora gaúcha já cresceu mais de 60% na audiência, passando da quarta posição em 2007 para a vice-liderança em 2017.

Hoje, as principais atrações do canal são o “Rio Grande No Ar”, apresentado por André Haar e o “Balanço Geral” com Alexandre Mota.

Expectativa

Não só na Record TV, Rede TV! e SBT, mas também na Globo e Band, a expectativa pela volta das emissoras da Simba Content para as operadoras de TV paga é grande.

Apesar da Record TV ser a única das três que ainda sofre para reconquistar a audiência perdida após o corte analógico, é possível que os índices cresçam um pouco e isso pode ricochetear na Globo e na Band.

É esperar pra ver.

Sem perdas

A saída do dominical do SBT, “Turismo e Aventura”, apresentado por Renata Sartório e a chegada do novo programa “Tô de Férias” com Mario Frias, não alterou significativamente a audiência da emissora de Silvio Santos.

Em contrapartida, a qualidade do segundo programa salta à vista. Patrocinado pela empresa de viagens CVC, o “Tô de Férias” é indiscutivelmente superior.

Mais horas no ar

Celso Portiolli disse em um programa de rádio que Silvio Santos lhe prometeu mais horas no ar, podendo ser no domingo ou em outro dia da semana.

O problema é que Silvio Santos muda de ideia muito rápido.

Cenários velhos

A Record TV, sem dúvida é a emissora que menos se preocupa com cenários de jornais na TV.

Difícil achar algum canal com cenários piores que Fala Brasil, Jornal da Record, Balanço Geral e companhia.

Qual a razão para isso? Dinheiro não deve ser.

Opinião: Globo e Gazeta dão exemplos de estratégia para outras emissoras

Briga das Renatas

Falando em Record, O “Hoje em Dia”, atração matinal da emissora e comandado por Renata Alves e companhia tem sofrido nos últimos dias. Entre 11h e 12h a emissora tem perdido frequentemente para a Band, que exibe o esportivo “Jogo Aberto” de Renata Fan.

Na briga das Renatas, a Fan tem se saído melhor.

 

Tem que renovar

A TV paga passa por uma crise que aumenta a cada dia. Os telespectadores estão cada vez mais certos que, se assim continuar, o fim deste segmento chegará.

Lógico que ainda há público que consome, mas Netflix e outras empresas de streamings estão crescendo e ganhando cada vez mais clientes, muitos desses que estão cancelando planos da TV paga.

Um caminho interessante para as TVs por assinatura no Brasil é seguir a tendência dos Estados Unidos, onde alguns conglomerados de TV paga estão lançando séries exclusivas para assinantes na internet. Disponibilizar conteúdos exclusivos na internet é sempre uma boa saída. A Globo, com a Globo Play já tem feito isso por aqui com algumas de suas produções.

É um caminho que precisa ser discutido e iniciado, ou veremos em breve fila de demissões no setor.

Em tempo: Sobre as mudanças de horários e dias de exibição do “Você Na TV” e o “Tá Sabendo?”, a Rede TV! voltou atrás novamente e nas redes sociais anunciou que tudo fica como está.

 

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu autor, as quais não necessariamente refletem as da CTV Audiência.

Guinho César é jornalista. Fala sobre televisão há muitos anos em seus blogs pessoais. Possui um canal no YouTube.

Já entrevistou grandes nomes do jornalismo e comunicação do rádio e da TV como Milton Neves, Rafael Machado, Heródoto Barbeiro, Gilberto Barros, Clébio Cavagnolle, Haisem Abaki, Roberto Nonato, José Armando Vannucci e muitos outros. Hoje, edita as colunas “Papo Rápido”, “CTV Entrevista” e de opinião no CTV Audiência.

Comente abaixo:

Artigos relacionados