Notícias

Justiça condena empresário Lírio Parisotto por agressão a atriz Luiza Brunet

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) condenou nesta segunda-feira,(05), o empresário Lírio Parisotto a um ano de detenção em regime aberto, por agredir a atriz, modelo e ex-namorada Luiza Brunet em 21 de maio do ano passado, em Nova York (EUA), após uma discussão. Brunet tornou o caso público em julho do mesmo ano, quando afirmou ter sido atingida por um soco no olho, além de chutes dados pelo empresário. Ainda segundo o relato da atriz, ele a derrubou do sofá e a imobilizou até quebrar-lhe quatro costelas.

A decisão é da juíza Elaine Cristina Monteiro Cavalcanti, juíza titular da Vara Central de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. A Justiça também determinou que Parisotto deve ficar sob vigilância pelo prazo de dois anos, além de prestar serviço à comunidade durante doze messes. 

A decisão é de primeira instância e cabe recurso. O caso segue sob segredo de Justiça.

Redação: Lucas Borges
Revisão de Texto: Henrique Souza

CTV ©2017

Comente abaixo:

Artigos relacionados