Famosos

Cheio de informações equivocadas, site oficial de Lucero diz que “Carinha de Anjo” é líder de audiência no Brasil

A cantora e atriz mexicana Lucero, que atualmente interpreta Tereza, na novela infantil “Carinha de Anjo” no SBT, publicou em seu site notícias referentes a trama e também de sua vinda ao Brasil, até ai tudo bem, mas no texto que tem o intuito de promover a artista, contém diversas informações que não condizem com a realidade atual do SBT. No site oficial da atriz, consta notas referentes a sua participação em “Carinha de Anjo” e também sobre a exibição de “A Dona”, novela em que protagonizou no México. 

No primeiro parágrafo da publicação, a assessoria da atriz diz que ela virou ícone Latino-Americano para o Brasil (sim, realmente), mas na parte que é dito que o SBT é a “maior emissora do país”, não bate com a realidade, atualmente, o canal de Sílvio Santos é terceiro lugar no PNT, atrás da Rede Globo e RecordTV. Nas 24 horas, consegue ainda uma disputa mais acirrada, mas ainda se mantém em terceiro lugar.

Depois a atriz fala sobre a exibição de “A Dona”, que ocupou a faixa das 18h na emissora de Sílvio Santos, informando que essa quebrou níveis de audiência na emissora, outro equivoco, já que “A Dona”, apenas manteve a audiência registrada pela antecessora “A Usurpadora”, e que depois dela, veio outras tramas que tiveram resultados superiores no Ibope. 

Por fim, o site informa que “Carinha de Anjo” foi colocada no primeiro lugar de audiência em todo o Brasil, quando na realidade, nunca fez nem cócegas no “Jornal Nacional”, líder absoluto de audiência no horário, também nunca ganhou de “A Terra Prometida”, exibida pela RecordTV na época em que o texto foi publicado e também reveza atualmente a vice liderança com “O Rico e Lázaro”, mas mesmo assim, no ranking geral, ainda se encontra no terceiro lugar absoluto. 

Confira o texto oficial:

Lucero rompe récords de rating en Brasil

Comente abaixo:
Cheio de informações equivocadas, site oficial de Lucero diz que “Carinha de Anjo” é líder de audiência no Brasil
Avalie este post

Artigos relacionados